INFORMAÇÃO

Saquarema: Laudo do IML aponta que morte da idosa foi criminosa

LSM- Um laudo preliminar emitido pela Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó apontou que a morte da Dona Marilza foi causada por esganadura. A idosa foi encontrada morta seminua após ficar quatro dias desaparecida em Saquarema.

O caso da dona Marilza, de 79 anos, ganhou grande repercussão na última quarta-feira, 9, ao ficar desaparecida após ir ao mercado e não retornar para sua residência. Familiares e parente iniciaram as buscas pela idosa e chegaram a registrar o desaparecimento na Delegacia de Saquarema (124ª DP).

Infelizmente, a idosa foi encontrada sem vida, na manhã do último domingo, 13, em uma rua do bairro do Rio de Areia, na Região Central da Cidade. De acordo com informações, dona Marilza foi morta próximo à um dormitório de um local pertencente a uma igreja, sem as roupas íntimas, com o sutiã abaixado por baixo da blusa e sem os pertences, como carteira, documentos, cartão, dinheiro e chinelo.

O corpo da idosa foi periciado no local e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi confirmado a causa morte como esganadura. De acordo com órgão, esse tipo de crime é classificado quando a pessoas é asfixiada até a morte. Um novo laudo técnico detalhado será divulgado nos próximo dias.

A idosa foi enterrada nesta terça-feira, 15, no cemitério da cidade. Ainda muito abalados, os familiares clamam por justiça e mais informações sobre o crime. A investigação segue por responsabilidade da 124ª DP (Saquarema).

Apuração: SD

error: Content is protected !!