INFORMAÇÃO

Rede de Saúde Mental promove série de eventos no Dia Nacional da Luta Antimanicomial

Há 34 anos, no dia 18 de maio, o Brasil rememora o movimento da reforma psiquiátrica e a luta antimanicomial. Em Itaboraí, nesta terça-feira (18), a rede de Saúde Mental da Prefeitura aproveitou a data para promover uma série de eventos nas unidades do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) incentivando o diálogo sobre estigmas, direitos, inclusão e, principalmente, liberdade dos pacientes de doenças mentais, já que a cidade se orgulha de não ter nenhum paciente internado.

O dia começou com um café da manhã para os pacientes do CAPS Celeste Maria Campos, no Jardim Imperial, que contou com a presença da primeira-dama do município, Pâmela Delaroli, e do secretário municipal de Saúde, Sandro Ronquetti. Os dois foram recebidos pelo coordenador de Saúde Mental do município, Guilherme Manhães, que apresentou toda a estrutura do CAPS e explicou como é feito o tratamento na rede. Em seguida, o secretário e a primeira-dama foram ao ambulatório da Saúde Mental, em Nova Cidade, onde acompanharam a roda de conversa sobre “A História da Reforma Psiquiátrica, Lutas e Conquistas” com os pacientes e seus familiares. 

“É importante que eventos como esse aconteçam para marcar e relembrar que a luta pela inclusão e o tratamento humanizado deve continuar. Queremos cada vez mais integrar a rede de Saúde de toda a cidade. Vamos buscar melhorar cada vez mais a rede de Saúde Mental”, declarou Pâmela Delaroli. 

Em Itaboraí, a rede de atenção é dividida em três centros sociais: o CAPS Celeste Maria Campos, para transtornos severos e persistentes; o CAPSI Marinéa Barreto, para crianças e jovens até 18 anos e; também, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool outras Drogas Lima Barreto (CAPSad).

Os pacientes do CAPS recebem, diariamente, café da manhã, almoço e medicação. Depois participam de atividades como: oficinas de artesanato, jardinagem, e atividades físicas. Segundo o secretário municipal de Saúde, Sandro Ronquetti, a rede CAPS de Itaboraí é um dos melhores programas da rede de saúde.

“A data de hoje marca a mudança no tratamento das doenças mentais no Brasil. Hoje, Itaboraí oferece uma rede de Saúde que promove a inclusão na sociedade, não tendo nenhum paciente internado. Isso é possível graças ao trabalho dos excelentes profissionais de Saúde da cidade, que cada vez mais iremos valorizar, capacitar e motivar”, afirmou na solenidade Sandro Ronquetti.

Encerrando a data, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu ainda ação de redução de danos com a população em situação de  rua no centro da cidade. 


Serviço
Centro de Atenção Psicossocial Adulto – CAPS Celeste Maria CamposNo local o atendimento é realizado 24h por dia.
Endereço: Rua Promotor Ciro Olímpio 358 Jardim Imperial.

Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil – CAPSI Marinéa BarretoAtende de segunda-feira a sexta-feira, de 8h às 17h.
Endereço: Travessa Alfredo Azeredo Coutinho, 3, Centro

Centro de Atenção Psicossocial Álcool outras Drogas – CAPSad Lima BarretoAtende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Endereço: Rua José Serpa Ferraz, nº 1462, em Nova Cidade.

error: Content is protected !!
× Como podemos te ajudar?