INFORMAÇÃO

‘Janelas Para o Amanhã’ amplia Educação Digital em escolas no entorno do Polo GasLub

Com o objetivo de ampliar o acesso à Educação Digital em regiões de abrangência das operações e atividades do antigo Comperj, o projeto de iniciativa da Petrobras ‘Janelas Para o Amanhã’ possibilitou a chegada de 205 computadores recondicionados em 14 escolas municipais, entre elas a Escola Municipal João Augusto de Andrade, localizada no Alto do Jacu, no distrito de Sambaetiba. Os aparelhos foram entregues por meio de um termo de doação, firmado pela Petrobras com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

O secretário municipal de Educação, Mauricílio Rodrigues, destaca que a chegada desses computadores será fundamental para oportunizar o ensino digital aos estudantes do município, principalmente das regiões rurais. Além de permitir o acesso à informação e a diferentes conhecimentos.

“Durante a pandemia verificamos que muitos alunos das escolas em regiões rurais tinham uma dificuldade maior de acesso para acompanhar as atividades virtuais. Por isso, a chegada desses computadores vai colaborar para a inserção dos nossos alunos ao mundo tecnológico, que é fundamental para o futuro e formação deles”, enfatizou o secretário.

Ao todo, a Escola Municipal João Augusto de Andrade recebeu oito computadores e dois notebooks. A unidade atende 125 alunos, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental. Cumprindo um dos principais critérios previstos pelo projeto, em que a escola já deveria ter uma sala de informática, os aparelhos chegaram para renovar o acesso dos estudantes ao ambiente digital

De acordo com o diretor geral da unidade, Robledo Torres, toda a região do Alto do Jacu já sofre com uma rede instável de internet, o que dificulta que muitas famílias tenham acesso ao ambiente digital. Além disso, o professor explica que os computadores da unidade eram muito antigos, com softwares ultrapassados.

“A dificuldade dos nossos alunos em ter acesso às tecnologias educacionais é grande. Com a chegada dos computadores, a escola será a porta de entrada dessas crianças ao ambiente virtual. Facilita bastante nosso trabalho híbrido e vai colaborar com a parte pedagógica, em que professores vão poder usar esses aparelhos junto com as crianças em atividades online”, afirmou o diretor.

error: Content is protected !!