INFORMAÇÃO

‘Feirinha nas Escolas’ leva alimentação saudável para casa dos alunos de Itaboraí

Incentivar o consumo de alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos é um dos objetivos da ‘Feirinha nas Escolas’, iniciativa desenvolvida pela Prefeitura de Itaboraí, por meio de uma parceria entre as secretarias municipais de Educação (SEMED) e de Agricultura (SEMAGRI). O projeto, visa proporcionar aos responsáveis de todos os alunos matriculados nas escolas do município a possibilidade de levar alimentos saudáveis e de qualidade para casa.

Uma das 39 unidades que receberam o projeto, na quarta-feira (29/09), foi o Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Odília de Miranda Rosa, localizado em Quissamã. Ao todo, a escola atende cerca de 140 alunos, que atualmente estão divididos em esquema de rodízio presencial. A ‘feirinha’ conta com produtos adquiridos da Agricultura Familiar, como aipim, inhame, abacaxi, milho, laranja, limão, banana, vagem e goiaba. Os secretários municipais de Educação, Mauricílio Rodrigues, e de Agricultura, Abílio Pereira, participaram da primeira entrega de alimentos aos responsáveis.

“A escola tem o importante papel de colaborar com a melhoria da qualidade na alimentação dos estudantes, não apenas no ambiente escolar. Sabemos das dificuldades de muitos itaboraienses diante da pandemia, por isso orientamos ações como essa feirinha, que valoriza e fortalece os agricultores locais. Além disso, ainda incentiva uma alimentação saudável para as nossas crianças”, afirmou o secretário municipal de Educação, Mauricílio Rodrigues.

Na parte da tarde, foi a vez dos alunos da Escola Municipalizada (E. Mz.) Maria das Dores Antunes, em Picos, garantirem os alimentos da ‘feirinha’. A unidade atende 110 estudantes, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental. Para ressaltar a importância de escolher produtos saudáveis para compor as refeições e os benefícios para a saúde, foi realizada uma roda de conversa com a técnica de enfermagem Beatriz Brandão, que integra a equipe profissional da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Picos.

“Trabalhar a alimentação saudável nas escolas, com produtos agroecológicos, é muito importante para fazer a criança entender todas as etapas até chegar à mesa. O aluno aprende na horta escolar a plantar as sementes, depois auxilia no desenvolvimento do alimento até o dia da colheita. Assim, eles conseguem nutrir o amor e o cuidado pela terra”, destacou o secretário municipal de Agricultura, Abílio Pereira.

error: Content is protected !!